Alpargatas: os sapatos das férias de verão dos anos 1930, 1940 e 1950

by - setembro 16, 2020


Pouco se comenta sobre os trajes esporte de verão quando se fala em moda vintage. Porém, num país tropical, é fundamental que os amantes dessa vertente conheçam as possibilidades possíveis para viver com conforto térmico e manter o estilo :)

O tópico de hoje é meio inusitado: falaremos de alpargatas em como seu uso está associado ao verão desde os anos 1930s. Bom, temos que falar de sapatos porque eles são, tanto ou mais que um chapéu, as cerejas do bolo. Eles dão o tom da autenticidade para os doidos que curtem vestir moda retrô de verdade / inspirada em fatos e fotos (rsrsrs)

Para você que está montando o seu figurino, ou o seu guarda-roupa vintage permanente, relaciono tudo isso ao contexto brasileiro, com sapatos que encontrei em uma das revistas do meu acervo: O Cruzeiro, de 08 de dezembro de 1954. Você vai gostar! 😆😆

Alpargatas na praia e no campo


Está aí uma peça do vestuário comumente associada ao guarda-roupa feminino, mas que deveria também ser ao masculino: as alpargatas!!!

Tá bom, galera, já sei que os meninos da Vila Madalena já usam isso desde 2016, mas os homens vintage aqui do Trópico Sul (essa raça rara!) podem pegar a dica!

Algumas pessoas chamam de espadrilhas, que vem do francês espadrilles. Porém, aqui no Brasil a espadrilha é mais associada à sandália de saltinho de sisal. Então, para não gerar confusão, vamos chamar o sapato em questão pelo nome mais comum: alpargatas mesmo!!

O que é a alpargata? É um sapato baixo  de tecido de lona, com solado de borracha e a beirada de palha ou sisal. Alguns modelos já foram alterados para solado de plástico e outras são estampadas, mas mantém a mesma forma básica.

Este formato clássico que conhecemos não é novo: já vem lá dos anos 1930 (a melhor década rs) e, desde então, usado por homens e mulheres em ambientes descontraídos e informais, relacionados ao ar livre.

As duas ilustrações seguintes são de observadores de moda, ou seja, ilustradores que iam aos pontos mais badalados da alta sociedade para ver os que ela estava vestindo (e não o que as lojas anunciavam). Os caras iam pegar as tendências da "moda de rua". E ambos, tanto Leslie Saalburg quanto Laurence Fellows, que atuaram durante a década de 1930, notaram as alpargatas nos pés masculinos. Não uma, nem duas vezes, mas muitas!!!

1930s: homem usando shorts e camiseta listrada, com alpargatas.
Ilustrado pelo observador de moda Laurence Fellows.
Fonte: Fedora Lounge

Metade dos anos 1930s: homem usando alpargatas.
Ilustrado pelo observador de moda Leslie Saalburg.
Fonte:  Apparel Art Illustrations

O fato de serem sapatos leves e macios os tornaram ideais para férias e passeios. Nos anos 1940s, as alpargatas continuaram em alta, ainda associadas ao universo do verão, como vemos na imagem do catálogo da Sears (Estados Unidos) abaixo.

Garota usando shorts e alpargatas em catálogo da SEARS.
Fonte: New Vintage Lady blog


Agora falando em Brasil: o nosso anúncio de 1954 trata das Alpargatas RODA, produzidas pela São Paulo Alpargatas. O texto é bem direto quanto ao ambiente perfeito para usar este calçado, quando anuncia em letras grandes: "Férias?"

Propaganda das Alpargatas Roda.
Fonte: Revista O Cruzeiro, 08/12/1954
(acervo pessoal)


Para exemplificar esse ambiente, no anúncio vemos:

  • uma moça usando maiô de 1 peça e outra usando maiô de 2 peças;
  • um homem pescando;
  • um homem andando à cavalo; 
  • um homem preparado para fazer trilha.

Então se você é homem vintage e vai para a praia ou campo fazer trilha, é alpargata e não bota de cortar lenha que tem que usar kkkkk

Sobre as meninas, acho uma ótima escolha para praia! Não somente com o maiô, mas com um playsuit (por exemplo, um vestido com canga acoplada rs), que é aquela roupa que se usava para chegar na praia ou zanzar no calçadão. 

O mais legal desse anúncio é que há três modelos diferentes, como você pode ver abaixo:

Propaganda das Alpargatas Roda.
Fonte: Revista O Cruzeiro, 08/12/1954 
(acervo pessoal)

O primeiro a gente já conhece, o clássico liso com um "V" pequeno no topo do pé. Esse modelo vinha nas cores marrom, azul, vermelho, verde e preto.

O segundo ("Pulseirinha"), talvez exclusivamente feminino, tinha uma tira no tornozelo que se prendia com um botão (!), nas cores vermelho, verde e azul. 

Já o modelo "Standard" vinha com um elástico para amarrar um lacinho, porque vêm em tons mais sóbrios (marrom e preto) e aparece ao lado do cara da trilha (kkkkk).

E bom, se você homem vintage ainda está na dúvida, veja o Humprey Bogart, galãzão do cinema americano e simplesmente o marido da Lauren Bacall, usando alpargatas de amarrar. Ou seja, laços não tem nada a ver com masculinidade, mas com moda mesmo 😀

Humprey Bogart wearing espadrilles #humpreybogart #espadrilles #mensvintagefashion
Humprey Bogart calçando alpargatas de amarrar

Para terminar, aí vai uma última imagem feminina feita em 1955, quase do mesmo ano do anúncio na "O Cruzeiro": Grace Kelly, em traje de "cruzeiro/resort", usando um adorável par de alpargatas de lacinho.

Essa roupa não é dela, mas desenvolvido para o filme "To Catch a Thief", do Alfred Hitchcock, que teve figurino assinado pela lendária Edith Head. Este fato permite dizer que as alpargatas eram cinematografáveis rsrsrs

1955: Grace Kelly, atriz e princesa de Mônaco

E olha, não só Grace Kelly usou alpargatas (em pelo menos mais duas outras ocasiões), mas Rita Hayworth, Audrey Hepburn, Lauren Bacall e Gary Cooper. Ou seja, Hollywood inteira.

Rita Hayworth, também usando alpargatas de amarrar.

Lauren Bacall

E só para traçar um paralelo entre as nossas alpargatas brasileiras de 1954 publicadas na revista "O Cruzeiro", aí vai um anúncio das alpargatas das alpargatas da Kedettes, lançadas nos Estados Unidos. Lindas também!!!!

1940s-1950s: Alpargatas Kedettes, Estados Unidos


Terminando em grande estilo!

Fala a verdade: você usaria alpargatas na praia ou para uma trilha? Falo por mim: usaria fácil todas as opções! Já tive e achei bem confortável, agora é hora de ter outra!

E você, usaria? Me fala nos comentários, eu quero saber!!!!

E os homens vintage, se manifestem!!! Ou eu vou achar que vocês não existem!






You May Also Like

2 comentários

  1. Acho que nunca usei uma alpargata por puro preconceito idiota mesmo. Nunca tinha visto as de amarrar, achei uma graça. Quero.
    Também quero o maio branco e azul da propaganda, ele é muito fofo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já até usei uma versão mais "Moleca" (baratíssima) e gostei muito, mas sem dúvida a versão com sisal na borda e laço pra amarrar é muito mais bonita!!! As da propaganda são lindas! Tinha que voltar!!!

      Excluir

Instagram

- Todos os direitos reservados a Katiúcia de Sousa Silva - Por favor, não copiar o conteúdo desta página sem mencionar a autoria.