Projeto finalizado: bolero branco de crochê de 1938

by - maio 20, 2020



Mais uma reprodução histórica finalizada com sucesso!


Meu recorte temporal favorito da moda é o intervalo 1937-1945. Então, pra montar um guarda-roupa "de época", tenho que procurar as peças-chaves que eram o "tchan" do período e que combinem entre si.

E aí que eu tava na obsessão de ter um bolero branco. 

E porque um bolero???...e porque branco??? 

Primeiro: porque bolero era muito usado por cima dos vestidos como agasalho para aquele ventinho de fim de tarde. Não aqueles bregas dos anos 2000, de malha, meio desengonçados. Tô falando de um bom bolero de linho ou de malha de tricô, bem cortado, tecido estruturado....😏 tem que ter!

Segundo: porque branco é uma cor muito frequente na moda do fim dos anos 1930. Branco combina com tecidos lisos de outras cores e com todas as estampas. Versátil. O branco era o nosso "pretinho básico".

Com tudo isso justificado, recebi uma revista da França e na contracapa me aparece isso:

Contracapa da revista En Tricotant, de abril de 1938. 

A revista se chama En Tricotant e publicava receitas de tricô e crochê. Está edição é da primavera (do Hemisferio Norte) de 1938. Eu nem quis saber das outras receitas, já fui direto nela porque crochê é minha especialidade, mas sobretudo porque há um descompasso entre 1000 receitas de tricô e 10 de crochê rsrs então essa tinha que ser minha! 😍😌

A receita foi desenhada para um "tamanho 42", que era mais próximo do meu (o tamanho 42 vintage é mais ou menos para um busto 85 a 88 cm).

Traduzi a receita...e sofra comigo: a peça é inteira em ponto baixo. A sorte é que o fio é duplo e a agulha é de 3mm. Mas não espere uma agulha maior que isso no crochê vintage porque é raro mesmo um projeto que use este tamanho.

O fio é um cordonnet, que é o nome que se dava para um fio de algodão fino (esqueça crochê "grosso" para este período porque não existia).. Sempre uso Cléa, porque bate certinho com muitos Mas dessa vez resolvi abusar ($$$) e fiz com Esterlina 5. Já que a peça é pra durar uma vida, melhor usar um fio de alta qualidade logo de uma vez.

O brilho da Esterlina é imbatível!

O fio Esterlina é de algodão egípcio, é resistente e tem um brilho, um reflexo meio lustroso e elegante. Ah, e quase não tem nós! Só que é caro pra cacete: eu usei 4 novelos de 600 metros, ou seja, uns R$ 140. Não é publi, mas neste caso, adoraria que fosse rsrs

Algumas partes da receita não batiam (algo supercomum em receitas vintage), então tive que dar o truque. No caso da manga, usei um molde de manga bufante que já tinha e fui crochetando por cima. Isso é algo que o tricô não te dá HAHAHA

O truque que tive que dar nas mangas: usar o molde que uso nos vestidos.
As florzinhas são só pra vocês não repararem minha tábua de passar manchada (rs)

Mas como começar é fácil, quero ver terminar rsrsrs demorei aproximadamente 3 meses, e talvez tivesse demorado menos se uma coisa chamada "quarentena" não tivesse afetado meus miolos. Enfim, no total foram 41 horas de trabalho!

Se eu estivesse no escritório, seria uma semana inteira lá, das 8 às 18! Claro que não dá pra fazer uma peça em uma semana por causa do perigo de lesão por movimentos repetitivos (tendinites e bursites, por exemplo). Mas é interessante comparar estas horas de trabalho artesanal com a de um trabalhador CLT...quanto vc ganha por uma semana de trabalho? Então não vá oferecer à crocheteira 100 reais 😚

Desculpa, tive que falar isso porque tem uma galera que acha que o preço das coisas é o que ela quer pagar e não o quanto vale...

E foi fluindo bem, muito bonito mesmo!

Olha essas mangas...emocionada!

Algo que poderia melhorar: não gostei da faixa do fecho dos botões. Achei que ficou muito larga seguindo a receita e ela tem a tendência a dobrar, então vou alterar...e os botões também. eu queria botões menores, mas com as lojas fechadas, tive que usar os botões brancos que são pau pra toda a obra. Mas após o Apocalipse vou trocar.

Rica.
Por fim, eu AMEI o resultado porque:

  • tem a estética perfeita do fim dos anos 1930s/começo dos anos 1940 e é historicamente correto;
  • mangas bufantes!!! Parece fofo, mas pra mim é como uma armadura dos Cavaleiros do Zodíaco e adoro esse efeito!
  • a Esterlina 5 é o melhor fio da categoria e não tem discussão.
E aqui numa tentativa de mostrar as costas rsrs

Espero que também tenham gostado!!!



You May Also Like

10 comentários

  1. Parabéns! Sempre que vc posta alguma coisa no grupo já fico imaginando o quão ficará lindo seu trabalho. Te admiro vc é uma artista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Imagina, não tem muito mistério não ;)

      Excluir
  2. Lindíssimo seu trabalho.
    Artista caprichosa.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso! Faço crochê! Mas como desejo esse croche dos séculos anteriores! Me ajuda a, por favor! Apaixonada aqui por seu trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fernanda!! Muito obrigada! Eu só faço crochê do século XX mesmo rsrs em português há poucas receitas, mas em inglês você pode procurar por https://freevintagecrochet.com/ para ver várias receitas dos anos 1930 a 1960 ;)

      Excluir

Instagram

- Todos os direitos reservados a Katiúcia de Sousa Silva - Por favor, não copiar o conteúdo desta página sem mencionar a autoria.